por | out 15, 2021

O que são Metodologias Ágeis e como aplicar no seu dia a dia?

Falando em termos simples, as metodologias ágeis são formas de gerenciar projetos ao segmentá-los em várias etapas.

Para tanto, é crucial que todas as partes interessadas estejam envolvidas e participem constantemente dos processos.

Sempre que os trabalhos baseados em metodologias ágeis começam, as equipes ciclicamente percorrem um processo que passa por planejamento, execução e avaliação.

Também podemos dizer que as metodologias ágeis são uma abordagem baseada em pessoas e resultados. Além disso, permitem acompanhar o ritmo de um mundo que muda frequentemente.

Até aqui, acreditamos que já deu para sentir como funciona esse modelo de trabalho, certo? Mas essas explicações são somente a superfície.

Continue a leitura e saiba como aplicar metodologias ágeis no seu dia a dia!

Antes das coisas serem ágeis

Você pode adaptar o que há de melhor das metodologias ágeis no seu dia a dia.

Ganhar produtividade, cumprir prazos de entrega e otimizar seus resultados, mas primeiro vamos fazer memória do como tudo era antes.

Antes das metodologias ágeis, as equipes de desenvolvimento de softwares se apoiavam no que é ainda conhecido como modelo em cascata.

Nesta metodologia, muito mais linear, a abordagem de toda e qualquer necessidade é feita através de uma sequência de eventos pré-determinados.

Ou seja, se reuniam os requisitos que são as necessidades que um sistema precisa atender, sua função prática.

Era pensado no todo o desenho do projeto, se escreviam todo o código e só depois eram feitos os testes.

Se tudo fosse bem, o produto final acabado era entregue, e fim de projeto.

Em alguns contextos, isso pode funcionar perfeitamente.

De fato, principalmente para as equipes de TI, essa forma de trabalho é até mais simples, já que tem menos interferências do cliente e cada etapa está muito mais definida.

A questão é que os requisitos nem sempre têm como ser levantados completamente no começo do projeto.

Pense bem, quantas coisas, do dia a dia de seu trabalho, só surgem aos poucos?

Necessidades, ideias, novas soluções, tudo isso, muitas vezes, depende exatamente dos avanços que alguém tenha sobre uma tarefa.

Outra questão relacionada ao modelo em cascata é que nem todo mundo consegue visualizar a solução final a partir de uma lista de necessidades.

Com isso, são grandes as chances de que a solução final não seja tão bem aceita.

Tudo isso faz sentido para você?

Bem-vindo às metodologias ágeis

Lembra do que falamos no começo, quando dissemos que, nas metodologias ágeis, todas as partes interessadas precisam estar envolvidas?

É assim que acontece nesse modelo de trabalho ágil. O objetivo continua sendo o mesmo: a criação de um software que atenda completamente aos requisitos do usuário.

Mas com as metodologias ágeis a forma como isso acontece é bem diferente. Ao invés de uma estrutura completa de tarefas que precisam ser executadas para que o produto final seja desenvolvido, o tempo é fracionado em fases menores, chamadas de “sprints”.

Cada sprint tem um período determinado por semanas, geralmente, no qual se atende à uma lista, menor que a do modelo em cascata, idealizada no começo de cada “sprint”.

O interessante sobre a lista das metodologias ágeis é que a lista tem uma ordem de prioridades que é tanto determinada como acompanhada pelo cliente.

No final de um ciclo, se algo não puder ser entregue, passa para o próximo, com a adição das novas determinações de requisitos que o cliente possa vir a solicitar.

Percebe como este modelo baseado em metodologias ágeis é muito mais dinâmico?

Ao invés de uma estrutura engessada, que permanece imutável durante meses, aqui, em intervalos muito menores, os clientes podem incluir novas necessidades e inclusive abandonar outras.

E as frequentes revisões permitem que todo trabalho que seja concluído passe por uma instância de revisão, na qual é avaliado tanto pela equipe de TI como pelo cliente.

Isso normalmente é feito usando informes no final de cada sprint e até mesmo em compilações diárias.

Por isso, é tão importante que a comunicação entre todas as partes funcione sem ruídos e que o cliente esteja comprometido e engajado com o projeto.

Como aplicar metodologias ágeis no seu dia a dia?

Olhando com atenção, é possível pensar na diferença entre o método em cascata e as metodologias ágeis em função da relação atividades versus tempo.

No primeiro modelo, a lista é imperativa, e o tempo é consequência do que precisa ser feito.

Nas metodologias ágeis, o tempo vem em primeiro lugar, e você vai tentar realizar as atividades que couberem dentro naquele período.

Se você vai aplicar metodologias ágeis na sua rotina, vai trabalhar de acordo com períodos pré-estabelecidos.

Como fazer isso?

#01 Tenha um backlog ordenado

Um backlog é uma lista com todas as coisas que você precisa fazer. Nela, você vai colocar as necessidades e depois priorizar as mais importantes.

Não precisa ser muito detalhada, mas é importante estimar o nível de dificuldade de cada tarefa. A partir daí, enumere o que precisa passar na frente e o que pode deixar para depois.

#02 Cadencie seu tempo com Sprints

Aqui, já vale começar a detalhar os itens do backlog e estimar mais ou menos quanto tempo você vai precisar para cumprir cada um. Defina o tempo que você vai dedicar e comece pelo item de maior prioridade. Exemplo: a cada 2 semanas.

#03 Keep it movin’

Começou? Mantenha a cadência. É exatamente da repetição do processo que você adquire o hábito. Se trabalhou um pouco mais, anote quanto, se menos, também: isso vai servir para você entender realmente o que pode fazer em cada Sprint.

#04 Interaja

Terminou uma Sprint? Mostre o que conseguiu entregar e comunique a quem também esteja envolvido na atividade e diga o que foi feito até então.

#05 Planeje as próximas 24 horas

Diariamente, compartilhe seu progresso com seu time e o que está dificultando ou atrasando as entregas. Compartilhe o que fez ontem e o que você pretende fazer hoje. Peça ajuda para remover ou minimizar os impedimentos.

#06 Tenha disciplina

Mudar a forma como você trabalha vai demandar muita dedicação. Você pode usar ferramentas como um timer pomodoro, por exemplo.

Agora que você entendeu melhor o que é a metodologia ágil, temos certeza de que já consegue ver como isso poderia ser aplicado no seu dia a dia. De fato, atualmente, são raros os trabalhos lineares onde tudo acontece de forma homogênea.

As metodologias ágeis surgiram para dar resposta ao mundo como ele acontece atualmente. Aqui na Spread, sabemos muito bem disso. Então, se você quer desenvolvimento com velocidade e qualidade de entrega é só acessar o nosso site!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre o seu e-mail para receber os nossos conteúdos